As farmácias estão em segundo lugar no ranking de preferência dos clientes nas transações por aproximação nos estabelecimentos comerciais, com 67% do mercado por este método, perdendo apenas para as mercearias, que lideram a lista com 79%. Eles alegam que preferem pagar por aproximação pela praticidade, agilidade e segurança. E também porque querem uma experiência memorável, testando novas ferramentas tecnológicas, sem riscos de contaminação ou filas. Sua farmácia atrai estes clientes oferecendo essa opção nas lojas físicas? 

Se as farmácias ganham até para as lojas fast food (35%) e o varejo (29%), que estão, respectivamente, em terceiro e quarto lugar nas pesquisas quanto ao uso do pagamento por aproximação,segundo a Mastercard e a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), é preciso correr e se adaptar aos novos tempos. 

Se por um lado, seu cliente quer otimizar tempo e fazer uso de novas tecnologias, especialmente diante da preocupação com higiene e segurança; por outro lado, há a sua necessidade de se atualizar tecnologicamente para oferecer uma experiência marcante na loja física. Único jeito de fidelizar seu cliente diante da acirrada concorrência com o e-commerce. Sabemos que nada substitui o contato presencial, mas é preciso aprimorar o atendimento, transformando os processos mais dinâmicos e interativos, certo?

Os pagamentos por proximidade facilitam e agilizam o fechamento da compra, oferecendo um processo digital que seu cliente quer. Mais abaixo, neste texto, listamos as  6 razões para oferecer e incentivar os pagamentos por aproximação na sua farmácia. Com este método de pagamento, seu cliente não precisa mais levar dinheiro, nem inserir o cartão na maquininha. Basta um cartão, celular ou uma pulseira (acredite)! 

A estatística comprova o aumento de pagamento por aproximação via cartão após a pandemia da Covid-19, com o registro de R$ 41 bilhões em compras no ano passado, uma alta de 470% em relação ao ano anterior (2019). Com ela, a maioria dos consumidores teve que adaptar e mudar os hábitos rotineiros, inclusive na hora de pagar suas compras. 

Só no Brasil, 14% dos entrevistados deixaram de utilizar dinheiro durante a pandemia, enquanto 63% diminuíram significativamente seu uso, segundo levantamento da Mastercard. Um total de 69% afirmaram que a Covid-19 os incentivou a usar pagamentos por aproximação. Isso se dá porque, sete entre dez latino-americanos estão preocupados com os impactos do uso do dinheiro em sua saúde, diminuindo seu uso.

A revolução pela tecnologia mobile

Cada vez mais consumidores utilizam carteiras digitais e esperam poder fazer  pagamentos por aproximação pelo cartão e celular. Talvez a maquininha da sua farmácia ainda nem aceite a aproximação do cartão, mas saiba que o pagamento pelo celular é uma forte tendência e talvez você deva adotá-la também, afinal, a tecnologia mobile é uma das grandes responsáveis pelas transformações que o varejo vem passando nos últimos anos. 

A evolução dos dispositivos móveis empoderou mesmo os consumidores, que acessam, compram e pagam de qualquer lugar, a qualquer hora. Assim como deve ser o acesso às informações da sua farmácia, fazendo uso de novos softwares e aplicativos.

Como funciona o pagamento por aproximação

A tecnologia NFC (Near Field Communication) ou Comunicação por Campo de Proximidade permite que dispositivos que possuam chips compatíveis troquem informações entre si, sem a necessidade de cabos, fios ou inserção do cartão na maquininha, sendo feita apenas uma aproximação física. 

A conexão é feita via radiofrequência, com uma antena incluída no chip do cartão. Ela permite que seu cliente faça pagamentos, sem inserir o cartão na maquininha e sem digitar a senha (é preciso inserir a senha, geralmente, para compras acima de R $50, R $100 ou R $200, dependendo da operadora), apenas aproximando o cartão.

Com essa tecnologia, também chamada “contactless”, é possível efetuar pagamentos por meio do celular (se o modelo tiver a tecnologia NFC), cartão habilitado ou pulseira (com NFC, que funciona como celular e cartão e é fornecida pelos bancos).

Para o cliente ativar essa função é necessário solicitar à operadora e confirmar se o cartão é compatível à tecnologia. No caso do Nubank, após a inserção do cartão na maquininha na primeira compra, a tecnologia já é liberada para uso automaticamente. Segundo a Visa Cartões, existem duas formas para a farmácia começar a aceitar as transações de pagamento por aproximação no seu negócio: por meio da instalação de terminais integrados que incluem o leitor Visa compatível ou adicionando um periférico Visa em seu terminal POS existente para torná-lo um dispositivo compatível. 

Para o vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios da Mastercard Brasil, Paulo Frossard, os pagamentos por aproximação são um método rápido, prático e seguro para as compras, porque oferecem aos clientes a conveniência de fazer transações apenas aproximando os dispositivos em um leitor habilitado.

Não é à toa que o método de pagamento por aproximação teve alta de 374% em 2020, sendo aceitos também em ônibus e metrôs. Esta modalidade é utilizada especialmente em transações de baixo valor, nas quais anteriormente dominava o dinheiro como forma de pagamento, gerando trocos, moedas e uma prática não mais comum. Os brasileiros confirmam essa opinião na pesquisa da Mastercard. Veja:

  • 88% disseram que os pagamentos por aproximação são mais convenientes do que pagar em dinheiro; 
  • 82% acreditam que essa forma de pagamento é mais rápida;
  • 78% consideram o método mais seguro. 

Sua farmácia já disponibiliza este serviço de pagamento por aproximação aos seus clientes? 

Se ainda não, está fácil de resolver. Segundo as operadoras de cartões, basta que você libere o serviço nas suas maquininhas e o cliente libere seus cartões junto às operadoras, já que nem todas são pré-autorizadas. Isso inclui o pagamento por aproximação dos cartões e também celulares. 

Lembrando que este método de pagamento tem a tendência a ser mais seguro do que quando pagamos com dinheiro ou com cartão, evitando furtos ou clones, porque (segundo as operadoras) cada transação realizada com NFC gera um tipo de criptografia, protegendo os dados do usuário e os do cartão. Essa tecnologia é protegida também contra duplicidade de pagamento. 

Tecnologia como aliada ao setor magistral

Para as farmácias magistrais, que sempre tiveram a tecnologia como aliada e a prática de investir em inovações, esta é mais uma das atualizações necessárias, para casar com a telemedicina, inteligência artificial, software em nuvem e outras caraterísticas das farmácias 4.0.

Trata-se de mais uma inovação tecnológica que veio para ficar. A prova disso é que cerca de 75% dos brasileiros entrevistados na pesquisa disseram que continuarão utilizando essa forma de pagamento mesmo após o fim da pandemia, por se tratar de uma tecnologia fácil de ser adotada. Dos entrevistados, 69% afirmaram preferir fazer compras em lojas que oferecem a opção de pagar por aproximação e 61% disseram que ela agora é sua forma favorita de pagar. 

Se ainda não se convenceu, conheça 6 razões para oferecer e incentivar os pagamentos por aproximação na sua farmácia:

1. Aderir a uma tecnologia com tendência em crescimento

Segundo estudo da Visa, os pagamentos mobile cresceram 431% no primeiro semestre de 2018 em relação ao mesmo período de 2019 e o valor transacionado por meio de pagamentos por proximidade cresceu 372%. De acordo com o portal eMarketer, a previsão é que mais de 40% dos usuários de smartphones em todo mundo utilizem essa modalidade de pagamento em 2021.

2.Oferecer e obter mais segurança e facilidade

O uso do método de pagamentos por aproximação do cartão de crédito ou débito é interessante para as farmácias por gerar segurança, facilidade e confiabilidade em suas vendas. Segundo o “Mapa dos pagamentos por aproximação do Brasil’, realizado pela consultoria Visa Consulting & Analytics, o uso do pagamento por aproximação cresceu 40% em junho, em relação a janeiro de 2020. Esse comportamento tem aumentado, principalmente por conta da pandemia da Covid-19, já que não é preciso haver contato físico com a máquina de cartões e o funcionário na hora do cliente efetuar o pagamento da compra.

 3. Garantir processos mais ágeis e produtividade

As transações por aproximação são 10x mais rápidas que um pagamento tradicional e levam 0,5 segundos para serem concluídas, segundo Paulo Frossard, da bandeira Mastercard.  O sistema foi pensado nas pequenas e volumosas compras: “A facilidade e a segurança dos pagamentos por aproximação se traduzem em uma maior taxa de produtividade para os comerciantes, pois tornam o check out mais rápido e a diminuição de filas. Além disso, o comerciante poderá atender a uma necessidade do consumidor”, explicou.

 4. Dar confiabilidade às vendas

Os pagamentos por aproximação são um método interessante também para os pequenos negócios, por dar segurança, facilidade e confiabilidade nas vendas. É um método democrático, que ajuda tanto os consumidores, quanto as farmácias, de todos os tamanhos.

5. Aprimorar a experiência na loja física

Com a expansão do comércio eletrônico, as lojas físicas ganharam a função de oferecer experiências de compra marcantes. Neste contexto, as ferramentas digitais podem nunca substituir a experiência do contato presencial com os consumidores, mas podem aprimorar esse atendimento, tornando os processos mais dinâmicos e interativos. Os pagamentos por proximidade atuam nesse sentido, a fim de facilitar o fechamento da compra, oferecendo um processo digital com o uso de novas ferramentas, como o novo consumidor quer e está cada vez mais acostumado.  

6. Migrar para a atualização tecnológica

Todo e qualquer tipo de investimento em tecnologia é vantajoso, não só para as farmácias, mas para qualquer segmento de mercado. Desde a atualização da versão do seu software de gestão, até o investimento em outras ações maiores e mais técnicas. Mas, é importante lembrar que, um pequeno passo que a farmácia dá já é importante aos olhos dos clientes, equipe e mercado, rumo a inovação. Falamos sobre o método de pagamento, mas há muitas outras atualizações tecnológicas essenciais a serem adotadas por uma farmácia de manipulação. 

Esperamos que essas informações tenham ajudado a entender melhor essa nova modalidade de pagamento e também a importância de adaptar sua farmácia a essa tendência, entre outras que façam com que o seu cliente veja valor em sua farmácia e se identifique.

Leia sobre isso no outro artigo do blog: http://blog.fagrontech.com.br/gestao/atualizacao-tecnologica-pode-ser-usada-sem-moderacao-na-sua-farmacia-magistral/

 

Deixe sua resposta